terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Cemig informa a operação da Usina Três Marias para a comunidade


Imagem Cemig
A Cemig promove, nessa quarta-feira (3/12), às 9 horas, o programa Proximidade 2014 na Usina Hidrelétrica Três Marias, na região Central de Minas. A reunião vai contar com a apresentação de palestras objetivas sobre os aspectos operativos do reservatório, a meteorologia, a segurança das barragens e as ações ambientais. A programação inclui, ainda, uma visita guiada à usina para as pessoas conhecerem sua estrutura e funcionamento.

No evento, a Cemig vai destacar, especialmente, o processo operativo, diante da crítica situação do último período de estiagem e dos reflexos futuros na gestão do reservatório. Além disso, haverá simulações da evolução do nível de armazenamento da represa para 2015. A Usina Três Marias atingiu níveis críticos de armazenamento, nos últimos dois meses, mas a vazão afluente, que chega ao reservatório, vem aumentando.

A reunião do Proximidade é uma oportunidade de se informar à comunidade sobre o planejamento e condução dos processos da Usina Hidrelétrica Três Marias, principalmente em períodos de cheias, ou mesmo de seca severa, que podem causar eventuais alterações nas rotinas operacionais.

O Proximidade é um programa criado pela Cemig para estreitar o relacionamento e, em conjunto com outras iniciativas, promover o desenvolvimento social das comunidades próximas às usinas da Concessionária. Em 2014, o programa já visitou as Usinas Hidrelétricas Camargos e Itutinga, no Sul de Minas, Gafanhoto e Cajuru, no Centro-Oeste de Minas, Aimorés, no Vale do Rio Doce, a Pequena Central Hidrelétrica Rio de Pedras, na região Central de Minas, e a Usina Queimado, na região Noroeste.

De acordo com o gerente de Planejamento Energético da Cemig, Marcelo de Deus Melo, o programa Proximidade tem ampliado relação da Empresa com a população. "A partir da criação do Proximidade, conseguimos relacionar com várias comunidades do Estado. A oportunidade de conversar com a sociedade é muito positiva para a Empresa", ressalta.

O Proximidade leva à população informações sobre a operação das usinas e as modificações que elas promovem na região instalada, trazendo diversos benefícios às comunidades ribeirinhas. "As usinas regularizam as vazões do rio à jusante (abaixo da barragem), disponibilizando água nos períodos secos e amenizando as consequências das cheias na época das chuvas, evitando as enchentes. Tanto a jusante, como também a montante (acima da barragem), em atenção à lei, os vários usos múltiplos das águas são observados", afirma Marcelo de Deus.

Características
A Usina Hidrelétrica de Três Marias tem 396 MW de potência instalada e está situada no Rio São Francisco, no município de Três Marias. A usina foi a primeira obra de grande porte da Cemig e também o primeiro grande empreendimento hidráulico de múltiplas finalidades realizado no Brasil.

A história do empreendimento remonta à criação da Comissão do Vale do São Francisco (CVSF) em dezembro de 1948. Órgão subordinado à Presidência da República, a CVSF foi encarregada de formular e executar um plano de desenvolvimento de longo prazo para a região do São Francisco e principais afluentes em Minas Gerais, Bahia, Alagoas, Sergipe, Pernambuco e Goiás.

Em maio de 1957, a Cemig firmou contrato para a execução do empreendimento com os consórcios Companhia Construtora Corinto e Companhia Construtora Três Marias. As obras civis principais começaram logo em seguida, ganhando grande impulso a partir de fevereiro de 1958 com a chegada do grosso do equipamento de construção adquirido no exterior. Durante a construção da barragem, a Cemig contou com a consultoria do professor Arthur Casagrande, da Universidade de Harvard (EUA), especialista em mecânica de solos.

A usina de Três Marias foi inaugurada em 25 de julho de 1962 em solenidade que contou com a presença do presidente João Goulart, do governador José Magalhães Pinto e do engenheiro Celso Mello de Azevedo, presidente da Cemig na época.

Proximidade
O programa consiste na unificação das ações de relacionamento com comunidades e na realização de um ciclo de encontros visando explicar à população os procedimentos operativos e de segurança adotados nas usinas da Cemig, condições climáticas e aspectos ambientais, além de promover visita guiada às instalações das usinas.

Concebido a partir da ação conjunta entre as áreas de planejamento, engenharia, sustentabilidade, meio ambiente e comunicação da Cemig, o programa Proximidade pretende assegurar maior confiabilidade à prática da operação dos reservatórios e, assim, orientar de maneira mais precisa as comunidades do entorno.

Desde 2005, a Cemig realiza uma série de ações que visa à integração com as comunidades das áreas de influência das usinas que sofrem com períodos de secas prolongadas ou cheias intensas, num relacionamento focado no esclarecimento da população. Além de repassar informações, a Empresa acolhe demandas da população e estabelece parcerias com lideranças comunitárias locais, representantes dos municípios da área de influência da hidrelétrica, órgãos e agentes responsáveis pela segurança e prevenção dos efeitos das enchentes, como Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, além da imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário