quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Cemig ressalta medidas para economia de energia no verão



Simples medidas podem contribuir para reduzir a conta de energia e ajudar o País em um momento de condições hidrológicas desfavoráveis



O verão é um dos períodos mais aguardados do ano e é caracterizado pelos dias mais longos e marcado pelas altas temperaturas e pancadas de chuvas.  Desse modo, nesta estação é comum que o valor da fatura de energia elétrica aumente, especialmente, pelo uso de aparelhos eletrônicos, como ar-condicionado e ventiladores, além de coincidir com o período de férias escolares. Mas soluções simples podem ajudar a minimizar os gasto e economizar na conta de energia.

Segundo informações do Analista de Comercialização da Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig, Ranieri César Leite Coelho, o consumo de energia depende de duas variáveis muito simples: a potência dos equipamentos e o tempo de uso de cada um deles.

“O Chuveiro é um dos equipamentos que mais consome energia nas residências, devido à sua alta potência. No verão, é possível economizar energia com esse equipamento, mudando o seletor de temperatura da posição ‘inverno’ para a posição ‘verão’, o que reduz a potência em até 30% e proporciona uma significativa redução no consumo final na tarifa. Outra medida interessante é reduzir o tempo no banho”, afirma.

Outro eletrodoméstico que consome muita energia, segundo o especialista da Cemig, é a geladeira - em virtude do tempo de uso. Um aparelho em bom estado de uso funciona 12 horas por dia, ou seja, 360 horas por mês, mas é comum encontrar geladeiras, em más condições de conservação, funcionando mais de 600 horas por mês.


Além desses equipamentos, no verão, aparelhos como ventiladores e ar-condicionado são muito usados. Ranieri César Leite explica que o ar-condicionado tem uma potência elevada. Ele funciona de forma similar à geladeira, só que retirando o ar quente do ambiente. Por isso, ele recomenda que o consumidor fique atento ao tempo de utilização desse aparelho. Segundo o especialista, o ar-condicionado pode ser responsável por uma elevação de até 30% na fatura de energia. O ideal é, a exemplo da geladeira, comprar o equipamento com o selo Procel ou com a etiqueta do Inmetro com a letra “A” pois são os mais eficientes e com o tamanho que é medido em litros, de acordo com a real necessidade da residência.


“Além de tudo isso, como também estamos no período das férias escolares, a presença das crianças e adolescentes nas residências aumenta o tempo de utilização de televisores, computadores e jogos eletrônicos”, afirma o analista da Cemig. Ele lembra que é importante desligar o monitor dos computadores quando se ausentarem temporariamente.

O vilão da energia

Para alertar ao consumidor sobre gastos desnecessários de energia e ressaltar a importância da economia, a Cemig lançou a campanha “O desperdício que você não vê sempre assusta na hora da conta”.

A ideia da campanha é personificar o desperdício na figura de um monstrinho, que está escondido dentro dos maus hábitos que cultivamos no dia a dia.  Por meio do bom-humor, a campanha aposta nos monstrinhos para dar seu recado: “acabe com o desperdício, o vilão da conta de energia”.



Confira outras dicas para economizar energia:

Instale um sistema de aquecimento solar. O analista da Cemig dá o exemplo de uma família de quatro pessoas que utiliza o chuveiro durante uma hora por dia. Nesse caso, o gasto anual apenas com banho é de cerca de R$ 1 mil. Um sistema solar para essa família está na faixa de R$ 2,5 mil e tem uma durabilidade de mais de dez anos, recuperando o valor investido rapidamente. “Caso não seja possível o uso do sistema solar, é possível dar preferência para os chuveiros que possuam mais opções no seletor de temperatura. Aqueles que possuem apenas as opções de inverno e verão, geralmente, são usados na posição inverno, ou seja, na potência máxima.”

Verifique a borracha de vedação da geladeira. Um dos fatores que mais contribuem para o aumento do tempo de funcionamento da geladeira é a borracha de vedação. Faça a vistoria dessa borracha, pois ela não pode ficar quebradiça ou dura. Evite deixar a porta da sua geladeira aberta por muito tempo; ao abrir a geladeira, é o ar quente externo que entra, e como, no verão, o ar externo está ainda mais quente, então ela irá funcionar por mais tempo para resfriar o ar que entrou.

Faça o degelo da geladeira. Se a sua geladeira não realiza esse procedimento automaticamente, realize-o sempre que a camada de gelo atingir um centímetro de espessura. Evite colocar alimentos quentes na geladeira. Sem esses procedimentos o tempo de funcionamento de uma geladeira pode chegar a 720 horas por mês, ou seja, ela funciona ininterruptamente e não para.

Ar-condicionado. Feche bem o ambiente onde o aparelho estiver ligado, pois, do contrário, ele funcionará por mais tempo. Ao abrir uma porta ou uma janela é como se estivesse abrindo a porta da geladeira: o ar quente vai entrar e o aparelho terá de funcionar por mais tempo. Além disso, como o ar quente sobe, recomenda-se instalar o ar condicionado em local mais alto.

Aproveite a iluminação natural. Como os dias são mais longos, acenda as lâmpadas apenas quando for necessário. A iluminação é o terceiro equipamento com maior participação no consumo residencial, na faixa de 20% do total, em residências que não utilizam aparelho de ar-condicionado.

Retire os aparelhos das tomadas. Quando estão no modo stand by, os equipamentos elétricos e eletrônicos chegam a consumir até 30% do seu consumo quando ligados.

Para saber mais sobre o uso da energia elétrica sem desperdícios, consulte o site: www.cemig.com.br/atendimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário