terça-feira, 22 de setembro de 2015

Lâmpadas de LED em semáforos de BH reduzem em 85% o consumo de energia



A Efficientia, empresa do Grupo Cemig, substituiu cerca de 22 mil lâmpadas incandescentes por lâmpadas de LED em todos os semáforos de Belo Horizonte, representando economia de 85% para a cidade. O projeto visou racionalizar o uso de energia e proporcionar mais segurança para pedestres e motoristas nas operações de trânsito, otimizar o consumo  de energia e reduzir a demanda de potência do sistema e gastos com manutenção pela troca de lâmpadas queimadas.


O projeto também aumentou a segurança nos cruzamentos através da eliminação do “efeito fantasma”, fenômeno ocorrido quando a luz solar incide diretamente sobre o semáforo, dificultando a distinção da cor acesa, e foi fundamental para que a capital mineira conquistasse o 1º lugar na categoria “Meio Ambiente” do prêmio Connected Smart Cities – Cidades Inteligentes do Brasil.

Segundo o diretor-presidente da Efficientia, Alexandre Heringer, “o projeto é de grande relevância para a sociedade, destacando o pioneirismo da Efficientia. Ele reforça a política do Grupo Cemig de apoio aos clientes no uso eficiente da energia, firmando o compromisso com o desenvolvimento sustentável e a disseminação de novas tecnologias”.

Ranking
A pesquisa inédita desenvolvida pela Urban Systems identifica fatores relevantes para o crescimento sustentável dos municípios e aponta as cidades brasileiras com maior potencial de desenvolvimento.

O ranking teve três resultados setorizados. Em “geral”, foram avaliados mais de 700 municípios para poder classificar os 50 mais desenvolvidos. Por “faixa populacional”, foram listadas dez cidades em categorias divididas por número de habitantes. No terceiro segmento, foram apontadas as cinco melhores cidades, dentre 11 quesitos, como mobilidade, meio ambiente, educação e saúde. Como o conceito de “cidade inteligente” é relativamente novo no País, o ranking busca trazer clareza com relação às informações.

A capital mineira ficou com o 1º lugar na categoria meio ambiente, o 2º lugar em governança e o 3º lugar no ranking geral, que levou em conta critérios de sustentabilidade econômica, promoção de melhor qualidade de vida e preservação do meio ambiente.

Efficientia
A Efficientia é uma subsidiária da Cemig, criada em 2002, para intensificar a atuação na área de eficiência energética. Por meio da empresa, a Cemig implantou inúmeros projetos de eficiência e soluções energéticas para seus clientes, que passaram a contar com serviços de elevada qualidade nesse setor. 

De 2002 a 2014, a Efficientia gerou uma economia de energia de 160 mil megawatts-hora/ano, o suficiente para suprir uma cidade de até 350 mil habitantes. Graças a essa economia, 45 mil toneladas de CO2 equivalente deixaram de ser lançadas na atmosfera.

Para a Cemig, o apelo está relacionado à sustentabilidade, pois a economia de energia reduz a emissão de gases causadores do efeito estufa, por meio do não acionamento das usinas térmicas nos horários de pico do consumo de energia pelo sistema elétrico. É a Efficientia contribuindo para que a Cemig se mantenha como a única empresa de energia da América Latina a integrar o Índice Dow Jones de Sustentabilidade, desde a criação do índice, há 16 anos, de forma consecutiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário