terça-feira, 27 de outubro de 2015

Cemig inaugura sistema de aquecimento solar em Belo Horizonte



A Cemig, por meio do seu Programa de Eficiência Energética (PEE), inauguro  na última sexta-feira (23/10), o Projeto Solar ILPI no Lar dos Idosos São José, em Belo Horizonte. O investimento  da Empresa na Instituição é de aproximadamente R$ 180 mil e a previsão é de que a redução no consumo de energia elétrica usada para o aquecimento da água seja de 70%. Além disso, o deslocamento da demanda para fora do horário de ponta contribui com o sistema elétrico do país, diminuindo a sobrecarga.

Fruto da parceria entre a Empresa e o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), o projeto visa a instalação de sistemas de aquecimento solar de água em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI), gerando mais conforto para os internos e economia para a entidade, com a redução significativa na conta de energia após a substituição de chuveiros elétricos pelo aquecimento solar.

Para o presidente da Cemig, Mauro Borges Lemos, a importância do Programa vai além da economia gerada, e beneficia diretamente uma parte da sociedade que precisa de mais atenção. “A Cemig é líder nacional na instalação de aquecedores solares. Dessa forma, cumprimos nosso papel de garantir os benefícios da energia elétrica para todos mineiros, especialmente, nessa fase da vida, quando são necessários cuidados especiais e tratamento diferenciado”.

De acordo com o coordenador do Projeto Solar ILPI, Ranieri Coelho, além da redução nos custos, o Programa de Eficiência Energética - PEE busca disseminar a cultura do consumo consciente. “Esperamos que a substituição dos chuveiros elétricos pelos sistemas de aquecimento solar seja apenas o ponto de partida para uma mudança muito maior, que tem como finalidade o não desperdício de energia elétrica e a preservação do planeta”, afirma o coordenador.

Solar ILPI
A Cemig já beneficiou neste ano 18 instituições em todo Estado, com investimento de cerca de R$ 900 mil. A previsão é de que em 2016 mais 142 Instituições de Longa Permanência para Idosos também sejam comtempladas , com investimento de aproximadamente R$ 5 milhões, em 124 municípios na área de concessão da empresa.

Regulamentação
Conforme legislação vigente, as concessionárias e permissionárias de serviços públicos de distribuição de energia elétrica estão obrigadas a aplicar, anualmente, o montante de, no mínimo, 0,5% de sua receita operacional líquida em ações que tenham por objetivo o combate ao desperdício de energia elétrica, o que consiste no Programa de Eficiência Energética das Empresas de Distribuição – PEE. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) é responsável por regulamentar a aplicação desses recursos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário