sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Nota de esclarecimento - Chuvas e ventos de ontem (22/10)



A Cemig informa que a chuva e os ventos de até 60 km/h que ocorreram em Minas Gerais entre o final da tarde de ontem (22/10) e a madrugada de hoje (23/10) provocaram diversas interrupções no fornecimento de energia elétrica no estado, devido à queda de árvores e objetos sobre a rede e a descargas atmosféricas que atingiram equipamentos da Concessionária.


Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), os municípios que registraram mais danos nas redes de distribuição de energia foram Ribeirão das Neves, Nova Lima, Caeté e Ibirité. A Cemig disponibilizou diversas equipes para providenciar os reparos no sistema elétrico, que continuaram durante toda a madrugada. Nessas cidades, os clientes tiverem o fornecimento de energia restabelecido gradativamente. Porém, ainda há consumidores desligados.

Na capital mineira, não houve grandes blocos de clientes desligados. Apesar de diversas ocorrências terem sido registradas na cidade a partir das 18 horas de ontem, a Cemig conseguiu religar quase a totalidade dos atingidos até o final da noite. Como a tempestade voltou com mais força por volta das 23 horas, novos desligamentos foram identificados durante a madrugada. Bairros da região Centro-Sul e Leste, como Sion, Belvedere, Santa Efigênia e Vera Cruz, foram os mais prejudicados pelo mau tempo. A Cemig deslocou equipes para fazer a manutenção da rede e priorizou o atendimento na região hospitalar, mas ainda há técnicos e engenheiros trabalhando na remoção de objetos que caíram sobre a rede e na substituição de cabos partidos. O Hospital Mário Penna, por exemplo, foi atingido por uma árvore.

Já na região da Mantiqueira, Juiz de Fora foi a cidade com maior número de ocorrências. Diversos bairros ficaram sem energia e muitos clientes continuam sem o serviço nesta manhã. A Companhia também está trabalhando com força máxima na região.

A Cemig ressalta que estava preparada para a chegada das chuvas e apresentou na manhã de ontem o plano de atendimento para o período, considerado o mais crítico para o sistema elétrico. Por isso, apesar dos danos no sistema, boa parte dos clientes foram religados segundos após as ocorrências, já que em muitos casos após o desarme de uma linha, outra é acionada para normalizar o fornecimento de energia. Além disso, no período chuvoso, as equipes ficam em alerta e um maior número de profissionais é disponibilizado para trabalhar nas possíveis ocorrências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário