segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Cemig registra lucro de R$ 167 milhões no 3º trimestre de 2015



A  Cemig apresentou à imprensa, nesta segunda-feira (16/11), lucro de R$ 167 milhões no terceiro trimestre de 2015. A Empresa registrou, ainda, uma geração de caixa, medida pelo Lajida, de R$ 647 milhões e a receita líquida atingiu R$ 4,8 bilhões. O lucro líquido acumulado da Empresa, neste ano, é de R$ 2,2 bilhões.

De acordo com o presidente da Cemig, Mauro Borges Lemos, os resultados do terceiro trimestre refletem o momento do setor elétrico brasileiro e o aumento de custos  operacionais da Empresa, especialmente, em função da energia comprada para revenda, que representou um acréscimo de pouco mais de 42%. “A Cemig tem se mostrado forte e preparada para enfrentar as dificuldades e os desafios que o setor elétrico está passando. Dessa forma, a diversidade do nosso negócio tem se mostrado fundamental para a garantia da nossa liderança no setor elétrico brasileiro”, afirmou.
  
Já o diretor de Finanças e Relações com Investidores da Cemig, Fabiano Maia Pereira, destaca que o resultado apresentado corrobora o esforço contínuo da administração na busca pela maximização dos resultados. “A Companhia tem envidado esforços no sentido de garantir a manutenção de um balanço sólido que lhe permita superar os desafios de curto prazo e proporcionar condições mais favoráveis para o seu crescimento sustentável”, avalia o diretor.

Perfil da Companhia
A Cemig é hoje a maior empresa integrada do setor de energia elétrica do País, sendo o maior grupo distribuidor, responsável por aproximadamente 12% do mercado nacional. É ainda o maior grupo transmissor e o terceiro maior grupo gerador, com uma capacidade instalada de 7.717 MW. Neste ano, a Concessionária foi selecionada, pela 16ª vez consecutiva, para compor a carteira do Dow Jones Sustainability World Index no período 2015/2016, mantendo-se como a única Companhia do setor elétrico da América Latina a fazer parte do DJSI World desde a sua criação, em 1999.

A Companhia está presente em 22 Estados e no Distrito Federal e opera uma linha de transmissão no Chile. Conta com mais de 115 mil acionistas em 44 países e ações negociadas nas Bolsas de Valores de Nova York, Madri e São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário