segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Taesa, do Grupo Cemig, arremata lotes estratégicos em leilão de transmissão da Aneel



A Taesa, braço de crescimento da Cemig na área de transmissão, arrematou o lote 17 na segunda etapa do Leilão de Transmissão 013/2015, realizado na sede da BM&FBovespa, em São Paulo, no final do mês passado. A companhia também é líder do consórcio que apresentou outras duas propostas vencedoras do certame. Juntos, os três lotes preveem a construção de 1.088 km de linhas de transmissão em 500 kV, localizadas em Minas Gerais e na Bahia. A Receita Anual Permitida (RAP) total dos três empreendimentos é de R$ 353,6 milhões, sendo que a parcela da Taesa representa uma receita anual permitida de R$ 264,6 milhões.

“A Cemig, por meio da Taesa, participou com muita firmeza do leilão, apresentando propostas competitivas para diversos lotes, graças à sua expertise na área de transmissão, e felizmente saímos vencedores em três lotes extremamente estratégicos para os negócios da empresa e para o desenvolvimento do setor em Minas Gerais, que vão permitir o escoamento da geração dos novos empreendimentos de energia renovável no estado”, afirmou o presidente da Cemig, Mauro Borges Lemos.

A proposta vencedora do lote 17, no valor de 175,6 milhões, apresentou um deságio de 13,05% em relação à RAP máxima definida no edital. O lote prevê a construção de duas linhas de transmissão em 500 kV, entre Janaúba e Pirapora (MG) e entre Bom Jesus da Lapa (BA) e Janaúba, com uma extensão total de 542 quilômetros, além de um novo pátio da Subestação Janaúba 3.

A Taesa é líder do consórcio vencedor dos lotes 3 e 4, para a construção de duas linhas de transmissão em 500 kV entre Poções (BA) e Padre Paraíso (MG), com uma extensão de 338 quilômetros, e entre Padre Paraíso e Governador Valadares (MG), de 208 quilômetros. Não houve deságio nas disputas, e as propostas aceitas têm o valor total de R$ 178 milhões.

EATE

A Empresa Amazonense de Transmissão de Energia (EATE) na qual a Taesa tem uma participação de 49,9%, venceu o lote 22 do leilão 013/2015, sem deságio, no valor da RAP de R$ 101 milhões. O lote 22 prevê a construção de 236 quilômetros de linha de transmissão em 500 kV entre Mesquita (MG) e João Neiva (ES) e de uma subestação 500 kV/345 kV, no Espírito Santo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário