terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Efficientia e Bem Brasil inauguram central de cogeração de energia


Com o apoio da Cemig, empreendimento contribuirá para a geração de 1,3 mil postos de trabalho

A Bem Brasil Alimentos, junto com Cemig e a Efficientia, inaugurou hoje (16/02) a central de cogeração de energia elétrica e vapor, movida a biomassa, na sua unidade de Perdizes, no Triângulo (MG). A central foi viabilizada pela Efficientia, subsidiária integral da Cemig, e contou com o investimento de R$ 30 milhões, em recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE) da companhia, regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O presidente da Cemig, Bernardo Alvarenga, ressaltou que a central vai gerar economia para a Bem Brasil, contribuindo também para a redução da carga do Sistema Integrado Nacional (SIN). “Imagine se todas as grandes empresas puderem gerar parte da energia que consomem. Isso traria grandes benefícios para todo o sistema elétrico”, avalia o presidente.

Segundo o presidente da Bem Brasil, João Rocheto, a unidade de Perdizes não poderia entrar em operação ainda este ano sem o apoio da Efficientia. “A ajuda da Cemig é muito importante para nós e para a região em que a fábrica está instalada, como os municípios de Pedrinópolis e Santa Juliana, além de Perdizes. A Bem Brasil responde pela geração de pelo mesmo 300 empregos diretos e cerca de 1 mil indiretos”, afirma João Rocheto.

Cogeração

De acordo com o engenheiro de soluções energéticas e coordenador do projeto, Alex Pércio, a termelétrica a biomassa é responsável por atender a mais de 60% da demanda energética da fábrica da Bem Brasil. A capacidade instalada da central de cogeração é de 9 MW e a potência média de geração é de 7,5 MW. Estima-se uma produção de 54.000 MWh/ano, o suficiente para atender o consumo anual de uma cidade de 138 mil habitantes. O empreendimento também evitará a emissão de 7.200 toneladas de CO2/ano na atmosfera.

O sistema de cogeração foi instalado na planta industrial da unidade para produzir vapor para os processos produtivos e, ao mesmo tempo, gerar energia elétrica numa central de geração com capacidade nominal de 9,0 MWe. O aporte financeiro será reembolsado pela Bem Brasil à Cemig com base na economia de energia obtida.

A unidade

A Bem Brasil, maior fábrica de batatas fritas congeladas do país, inaugurou sua segunda unidade fabril em Minas Gerais, no município de Perdizes. A primeira unidade se encontra em Araxá, a 50 quilômetros de distância, também no Triângulo (MG). Segundo o site da empresa, o investimento de R$ 30 milhões no sistema de cogeração de energia foram fundamentais para a viabilidade econômica da planta, pois seu consumo de energia seria equivalente à cidade de Perdizes inteira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário